Escolha uma Página

Acervo | Pilar Domingo

anterior proximo

Trabalhos

Currículo

Nascida no tradicional bairro da Urca, a artista carioca Pilar Domingo nunca teve dúvida de sua vocação. Filha de Benet Domingo, grande artista e cenógrafo que nacionalizou a imagem do carnaval carioca e de Conchita Borrell, pedagoga e delegada de cultura hispânica.

Pilar Domingo entrou sem medo no mundo das artes, pois para ela era só o que existia. Formou-se em Belas Artes pela UFRJ em Pintura e Gravura e realizou anos depois o Doutorado em História da Arte Contemporânea e Novas Técnicas da Gravura pela Universidad Complutense de Madrid.

Como gravadora desenvolveu um trabalho pioneiro na técnica da gravura em metal e na impressão de grandes proporções e novos suportes, sendo merecedora de 11 prêmios nos principais salões nacionais de arte, bem como, um prêmio internacional no Salão Jovem Estampa Latino Americana, em Havana, Cuba.

Foi docente em artes plásticas na UFJF (Minas Gerais) por treze anos, ministrando as matérias de plástica, pintura e gravura. Na Escolinha de Arte do Brasil (Rio de Janeiro) foi professora de gravura e do Curso Intensivo de Arte Educação por quatro anos. Também ofereceu diversos cursos de extensão e workshops, além da docência em Escolas. Realizou o painel em têmpera e óleo (3×32 metros) para o Departamento Nacional de Estradas e Rodagens-IPR que atualmente se encontra em Brasília.

Pilar sempre buscou trazer em sua obra os registros do tempo e do invisível, causa que levou a artista a sempre explorar e colecionar fragmentos do tempo. Ao longo de sua vida colecionou conchas, fosseis e elementos da natureza que encontrava nas praias ou nas matas do mundo.

Seu trabalho está diretamente ligado a sua relação com a natureza e suas explorações. Em 1986 viajou a Creta em busca de suas raízes ancestrais e depois dessa experiência residiu por seis anos na Ilha Grande, no Rio de Janeiro. Seguiu suas viagens explorando o Pantanal Mato Grossense e recentemente Papua Nova Guiné, Indonésia e Tailândia.

Resultam dessas expedições obras carregadas de força e ancestralidade, pois a artista sempre está em busca do invisível e contínuo que percorre todas as camadas do tempo.

Pilar também é uma grande articuladora no meio artístico, sendo organizadora, curadora e incentivadora de diversas exposições, mostras e eventos. Empreendedora na criação e desenvolvimento de novos espaços de arte e cultura foi idealizadora do Atelier Reis e Magos na Ilha Grande (Rio de Janeiro) e da Casa Benet Domingo (Catalunha e Rio de Janeiro).

A Casa Benet Domingo é um espaço de produção de arte, acontecimentos culturais, cursos e eventos. A Casa preserva a obra do artista Benet Domingo, abrigando sua produção artística e promovendo sua obra através do acervo em exposição ao público.

As obras de Pilar Domingo foram por muitas vezes selecionadas e expostas na Casa Cor, sendo utilizadas por renomados arquitetos para compor seus espaços. Ao longo de sua trajetória, a artista obteve diversas criticas de grandes nomes da arte (anexo). A Revista VENTURA realizou uma matéria ilustrada de nove paginas sobre a artista com texto de Geraldo Edson de Andrade, crítico que acompanhou a trajetória de Pilar Domingo desde o início de sua carreira.

Atualmente as obras da artista compõem o acervo de museus, instituições e coleções particulares no Brasil, Espanha, Itália, Cuba, Alemanha e Américas.  Sua atual produção comporta pintura, escultura, joia, gravura e instalações com diferentes técnicas, incorporando as novas mídias e tecnologias.

anterior proximo

Pin It on Pinterest

Share This